Notícias

Loading...

Polêmica na cor de uniformes dos bombeiros civis


Os bombeiros civis do Distrito Federal vestidos com uniformes amarelos foram capa da revista contigo edição 97, de julho de 2007 (veja foto ao lado), mas ao ler o artigo escrito por Cléia Araújo[1] no sítio “Jornalistas Blog’s” com o título “Cor de uniformes dos bombeiros civis e militares gera polêmica e é discutida em audiência pública”, cuja chamada principal em destaque traz a frase: "A desmoralização dos bombeiros civis pelos bombeiros militares do DF", interessei-me pelo artigo:

"[...] A polêmica está na cor do uniforme que os bombeiros civis usam que por sua vez são amarelos, praticamente iguais aos usados pelos bombeiros militares para combate a incêndios (Grifo nosso). Durante toda a manhã do último dia 20 de maio o assunto foi discutido em audiência pública, incentivado pela Deputada Jaqueline Roriz (PSDB). Agora a empresa que decide qual será o modelo, tecido e a cor do novo uniforme.
Francisco José, Chefe de brigada da Procuradoria Geral da República, conta que particularmente gostou da mudança e em alguns pontos concorda com o CBMDF que usou o argumento de que estão usando uniforme amarelo até nos bares bebendo, fotos comprovam isso. Francisco participou da Audiência, mas viu que não há mais o que fazer para impedir que o uniforme mude e que já aprovou o uniforme adotado pela PGR. “O CBMDF tem seus motivos, de certa forma eles têm razão, o que me influenciou na profissão de Chefe de brigada foi o compromisso com a vida e não a cor do uniforme”, completa. Francisco José trabalha na área há sete anos e afirma que gosta da profissão. Veja aqui uma matéria sobre o assunto.
Atualmente, um bombeiro civil ganha um salário de R$1800mil, um chefe de brigada ganha 20% a mais e que este ano tiveram um reajuste de 8% sobre o salário.
Por um outro lado, o Sindicato dos Bombeiros civis do DF defendem a continuação do uso dos uniformes amarelos (Grifo nosso). Assim então ficou decidida na audiência, a criação de uma comissão que conta com representantes dos bombeiros civis e militares, da entidade patronal, de assessores dos deputados e do Instituto Nacional de Desenvolvimento da Profissão do Bombeiro Civil (Inadebop), com a finalidade de encontrar uma solução conciliatória"

O trabalho de Bombeiro Civil tem seu espaço garantido, contudo há que observar o profissionalismo. Devem unir-se e escolher uma cor que os reconheça em sua Cidade, Estado ou até mesmo, no País; contudo, sem confundi-los com o bombeiro público. Infelizmente alguns bombeiros civis, insistem em manter o uniforme muito semelhante aos dos bombeiros públicos (militares). Malgrado, não é a cor amarela, é a cor do serviço público. Em São Paulo, observa-se que, em alguns casos, fica dificil distingui-los como bombeiros "civis", pois usam uniformes de cor semelhante, brevês que imitam aqueles usados pelo Corpo de Bombeiros do Estado e, às vezes, costuram em seus uniformes brevês oficiais dos cursos internos daquela Corporação, como o do curso de resgate, que são insignias oficiais do serviço público e devem cumprir os requisitos legais de seleção, aprovação e uso.
Ser bombeiro é ter, antes de mais nada, o desejo puro de ajudar e socorrer pessoas, muitas vezes em condições adversas, mas que não deve ser feita de maneira aventureira de modo a aumentar o risco ou agravar a lesão da pessoa a ser socorrida. Disto decorre que o amor à profissão deve estar ligado ao treinamento e técnicas adequadas, reconhecidas e aprovadas, de modo a minimizar os efeitos danosos do evento crítico.
Na medida que os bombeiros civis ou brigadistas, forem se especializando, demonstrando à população um trabalho com qualidade, regulados por um órgão de credibilidade que possa avaliar e afiançar a capacidade técnica do profissional, gradativamente o reconhecimento virá, contudo sempre deverão ter suas atividades ligadas e fiscalizadas pelo poder público à exemplo de outras categorias profissionais, por uma questão legal de atribuições, mas com identidade própria.
Meus sinceros respeito à classe.
Convido-os a ler os artigos:
http://securanza.blogspot.com/2009/12/o-uniforme-de-bombeiro-civil-autor.html
http://securanza.blogspot.com/2009/12/o-servico-de-bombeiros-e-o-bombeiro.html

[1] ARAUIJO, Cléia. Cor de uniformes dos bombeiros civis e militares gera polêmica e é discutida em audiência pública. Disponível em http://najaravieira.wordpress.com/2009/06/17/a-desmoralizacao-dos-bombeiros-civis-pelos-bombeiros-militares-do-df/#comment-12; Acessado em 06 de janeiro de 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário